Sugar & Spice – como não ficar encantado com este lugar..

Quando vemos esta casinha, ao longe, não conseguimos imaginar o que esconde lá dentro. Situada no Aspire Park, esta casa de bonecas, é um sitio onde se pode tomar o pequeno almoço, ou almoçar, ou beber só um café, ou fazer um lanche gigante, beber só um sumo, comer um gelado ou jantar. Podemos consumir no local ou fazer takeaway. Há para todos os gostos e necessidades.

Nós entrámos para lanchar. Eu não queria acreditar no que os meus olhos viam, dentro daquela casinha de madeira.

Mal entramos, parece que estamos a entrar na casa de alguém. Mas, esse alguém vive nos Estados Unidos e tem uma casa muito característica. Faz lembrar a casa das avós fofinhas dos filmes melodramáticos de Hollywood. As madeiras, os móveis, todo aquele cenário vintage. A forma como nos apresentam a comida, a decoração, a música de fundo. Tudo nos leva a milhares de quilómetros de distância do deserto.

Tivemos a sorte de ficar numa mesa perto de uma janela, e a luz do fim da tarde tornava a cena ainda mais idílica. Já no fim do lanche, depois de ter comido uma tarte de maça com gelado de baunilha, que estava maravilhosa, fique surpresa e agradada, porque em música de fundo, passava isto: Creep 

dsc_0206dsc_0210dsc_0215dsc_0223

A ideia original deste sítio (que já se expandiu para mais dois lugares em Doha), pertence a Saleh Alayan e à sua paixão pela pastelaria. Podem ver a história, os menus e galeria de fotos na página oficial – Sugar & Spice – ou através do Instagram.

Anúncios

O turco lá da rua

O Pedro vai lá, de vez em quando, buscar comida para levar para casa, ou para comer no restaurante. A primeira vez que comi alguma coisa de lá, foi quando fizemos um jantar em casa e ele foi buscar pão e humus.

Depois, houve um dia que trouxe comida. Não posso dizer que é má, porque não é. De comida turca, talvez possa ter como comparação o meu restaurante preferido em Doha, o Sukar Pasha. E como eu acho que não há comparação nenhuma com o Sukar, em lado nenhum do mundo onde eu tenha comido, portanto, elevo bastante a fasquia e as expectativas de qualquer outro restaurante.

Mas, o propósito deste post não é, de forma alguma, comparar o incomparável. Gostava que vissem como pode ser divertido escolher o que comer. Para além de achar que, para uma cidade com o poder de compra tão elevado, podemos encontrar sítios onde comer por menos dinheiro que no Algarve.

1b5e7004af0015989663ff8941f64ecd

1ba1ed77931304a63c04f5ea11240f34

2197e23bda1e308c4ae923ff27e22048

2971346c07e24d9c42497858389d2338

O prato mais caro custa 50QR. São cerca de 12,5€. Um chá custa 0,25€.Que vos parece? O meu prato preferido é o Sheesh Tawook (ou Shish Taouk, que penso ser a forma correcta de se escrever!), pedacinhos de peito de frango, feitos num churrasco, condimentados numa mistura de especiarias, que o deixa com sabor a fumado, mas ligeiramente picante. Uma delicia! A minha filha adora o Lebhna com queijo, eu adoro o pão deles! Por 7QR (1,75€) podem comer um enorme Shwarma de Galinha (e garanto-vos que não ficarão com fome) ou pedir uma Turkish Pie e uma Coca-cola e fazem a festa! 🙂

Eu disse-vos, Matar Qadeem é um mundo e este fica mesmo logo no ínicio da rua; não há como enganar!